Policial Região

Polícia Ambiental fecha carvoaria clandestina

A carvoaria funcionava sem licença ambiental e com fornos irregulares no município de Querência do Norte. A Polícia Ambiental foi até lá após receber denúncia anônima de uma pessoa incomodada com a poluição provocada. Os policiais constataram , no âmbito da Operação Hórus, que a carvoaria não tinha autorização para funcionar.

Foram apreendidas 20 toneladas de carvão e lacrados os fornos. O proprietário vai responder por crime ambiental . “Os responsáveis foram notificados e vão responder, tanto na esfera criminal, quanto na administrativa. Eles precisam ter registro do material que vão queimar, porque se for madeira nativa tenha uma procedência, e também pela questão de localização dos fornos, que não seja próximo a áreas povoadas”, detalha a sargento Emanuele Delattre de Oliveira, da Polícia Ambiental de Umuarama, que autuou o dono da carvoaria foi autuado pelas irregularidades e também por manter três adolescentes trabalhando. Exploração de trabalho infantil é crime.

Redação JP
Foto – G1

PUBLICIDADES E PARCEIROS