Policial

Funcionário da Prefeitura de Maringá é assassinado por vizinho

Nivaldo (o de barba) foi surpreendido dentro da sua casa pelo vizinho que desferiu 12 facadas contra ele

A causa teria sido bate-boca entre duas mulheres por causa de uma dívida de R$ 800,00 que uma tinha para com a outra.
O assassino é o marido da que devia. Ele se dizia cansado com as cobranças e mostrava-se disposto a “por um fim nesse negócio”, matando o vizinho e a vizinha. O crime ocorreu sábado a tarde no Jardim Verão, em Sarandi. Bruno dos Santos, de 25 anos e Nivaldo Marco Rezende, de 41 anos, moravam no mesmo quintal.

A mulher do primeiro tinha tomado R$ 800,00 emprestado da esposa de Nivaldo que reclamava constantemente do não pagamento. Essa dívida gerou um clima de tensão muito grande entre as duas famílias, até que chegou ao desfecho trágico. Bruno teria chegado em casa embriagado e gritando pra quem quisesse ouvir que iria beber o sangue de Nivaldo e sua esposa.

Não demorou, pegou uma faca na cozinha e invadiu a casa do vizinho, surpreendendo-o com os golpes de faca. Nivaldo, que era funcionário da Prefeitura de Maringá e residia no Jardim Verão em Sarandi foi surpreendido pelo agressor, que lhe desferiu 12 facadas. Foi um crime brutal, que chocou os moradores da Rua das Orquídeas. Após cometer o crime o homicida fugiu de moto e ao deixar o local gritava: ”Ele vai morrer”. A vítima foi socorrida por uma ambulância do Samu, mas foi a óbito tão logo deu entrada o hospital. Até ontem à tarde Bruno continuava foragido.

Redação JP
Foto – Plantão Maringá

PUBLICIDADES E PARCEIROS