Variedades

Eddie Van Halen morre aos 65 anos

Eddie Van Halen morreu nesta terça-feira (6) após uma longa batalha contra um câncer de garganta. O músico era líder da banda Van Halen e se tornou um dos maiores guitarristas mundiais. Ele tinha 65 anos.

Segundo a imprensa internacional, Eddie morreu ao lado de sua esposa Janie e de seu filho, Wolfgang. Alex, irmão e baterista do Van Halen, também estava presente.

As últimas 72 horas do músico foram “preocupantes”, segundo o site TMZ. Os médicos descobriram que o câncer na garganta do artista teria se espalhado para o cérebro e outros órgãos.

Halen lutava contra a doença havia mais de uma década. Ao longo do último ano, ele foi internado várias vezes. Em novembro de 2019, o guitarrista foi hospitalizado por conta de problemas intestinais. Recentemente, teve de ser submetido a mais uma quimioterapia.

Os últimos cinco anos de Eddie também não foram fáceis. Ele precisava viajar, constantemente, dos Estados Unidos para a Alemanha para realizar sessões de radioterapia.

Halen foi um fumante ativo durante muitos anos e chegou a dizer que acreditava que teria desenvolvido câncer por segurar uma palheta de metal na boca durante seus muitos shows.

Mesmo com os problemas de saúde, o músico continuava a se apresentar e a ensaiar com seu filho Wolfgang, que se tornou baixista do Van Halen, em 2006.

Foi Wolfgang quem fez o anúncio da morte do pai nas redes sociais: “Não consigo acreditar que preciso escrever isso, mas meu pai, Edward Lodewijk Van Halen, perdeu a longa e arduosa batalha contra o câncer nesta manhã. Ele foi o melhor pai que eu poderia ter pedido. Todo momento que compartilhamos juntos foi um presente. Meu coração está partido e não sei se irei me recuperar dessa perda. Eu te amo tanto, pai.”

Foto – Reprodução

PUBLICIDADES E PARCEIROS