Maringá

Escolas particulares vão atender alunos de forma individual

O Sindicato dos Estabelecimentos Particulares de Ensino do Noroeste do Estado do Paraná (Sinepe/NOPR) anunciou que a Prefeitura de Maringá, juntamente com a Secretaria de Saúde, autorizou que as escolas particulares do município realizem o atendimento individual de alunos. O setor vinha fazendo diversos protestos há pelo menos 50 dias e a medida vai atingir 35 mil alunos, caso os pais autorizem a criança frequentar a escola.

Os empresários queriam atender os alunos em grupo, mas isso não foi permitido pelo Executivo. O serviço será apenas entre psicóloga ou pedagoga e o estudante do ensino Infantil até o Médio que está passando por dificuldades de adaptação ao modelo remoto. Mesmo em atendimento individual algumas regras devem ser seguidas, como distanciamento, uso de máscara e fornecimento de álcool gel a todo momento. A Prefeitura reforça que essa não é uma autorização para volta do ensino presencial, este segue à distância.

José Carlos Barbieri, vice-presidente do Sinepe, garante que as escolas já prestam auxílio para alunos com algumas necessidades e estão preparadas para esse serviço presencial. Todavia ainda não está satisfeito e garante que a luta para o retorno das aulas presenciais vai continuar.

“A expectativa é que as aulas voltem em horários mais espaçados, com número menor de alunos e obedecendo todas as outras regras de prevenção a Covid-19. Lembrando que os pais que não se sentirem seguros para mandar os filhos para escola serão atendidos com conteúdos online e não terão nenhum prejuízo”, disse Barbieri.

Victor Cardoso
Foto – Reprodução

PUBLICIDADES E PARCEIROS