Coluna Francês Press Noticias Gerais

Francês Press

O governo do Paraná pretende iniciar o programa de volta às aulas nas escolas estaduais a partir do próximo dia 19. Mas pelo visto será apenas uma marcação: os professores não querem se reapresentar antes do início de 2021.

Afirmação do presidente da APP-Sindicato, Hermes Leão: “A categoria está mobilizada e não aceitará qualquer imposição que coloque em risco à vida tanto dos estudantes e seus familiares, quanto dos profissionais que trabalham nas escolas”.

Enquanto isso, visando diminuir a imposição de interesses político-sindicais, deputados aprovaram mudanças no sistema de escolha de diretores das instituições públicas de ensino do Paraná. Encaminhado ao governador, o projeto só não foi aceito pelo deputado Fruet (PROS) e bancadas de oposição.

Prevê que diretor pode ser afastado a pedido da Secretaria de Estado da Educação, do Conselho Escolar ou por falhas de gestão administrativo-financeira, pedagógica ou democrática. E em caso de empate de votação, o voto decisivo será do representante da SEED.

Mais: candidatos a Diretoria precisam ter completo Curso de Gestão Escolar oferecido pela SEED ou outras instituições; é necessário estarem ligados ao estabelecimento no mínimo há seis meses. A nomeação dos diretores das instituições cívico-militares e escolas de educação integral será competência exclusiva do Executivo estadual.

Ainda não há levantamento, mas em alguns pequenos municípios a normalidade do serviço público está comprometida por candidaturas à eleição. Há excessivo número de servidores são candidatos a vereador e até prefeito.

Eles aproveitam dos contatos e serviços públicos para se promover politicamente junto à comunidade. Também que no período destinado a candidatos não precisam trabalhar! Está sendo levantado que algumas prefeituras perdem temporariamente até 40% do efetivo de servidores do segundo escalão antes das eleições municipais.

Associações LGBT que reclamam dos assassinatos de membros precisam arregaçar as mangas, fazer algo pelos que subsistem unicamente da prostituição mais perigosa, pela madrugada em esquinas esquisitas, com “clientela” violenta que preserva o anonimato.

Há pouco tempo, em menos de 10 dias dois travestis foram assassinados justamente por correrem muitos riscos, inclusive por chantagearem clientes com ameaças de posta-los nas redes sociais. Ambos tinham históricos de relações conturbadas e foram assassinados a tiros por pessoas desconhecidas.

O Ministério da Agricultura volta atrás e revela que as sementes desconhecidas enviadas da China para dezenas de paranaenses –dois de Maringá – apresentam sim riscos sanitários. Analises do Laboratório Federal de Defesa Agropecuária identificaram a presença de ácaros, fungos, bactérias e possíveis pragas em algumas das 258 amostras coletadas no Brasil.

Nos próximos 30 dias devem ser divulgados mais detalhes sobre os resultados e possíveis alertas, menos para o Maranhão e Amazonas, únicos estados que não registraram envios. A recomendação é de que os pacotes não sejam abertos e haja comunicação, no Paraná ao endereço www.adapar.pr.gov.br.

Com muito menos dinheiro do governo federal, e a crise, depois de Globo há enxugamento também no quadro de estrelas do SBT. Cortados esta semana Leão Lobo, Lívia Andrade, Mamma Bruschetta e Maisa Silva. Na primeira leva haviam idos Larissa Manoela, Roberto Cabrini e Rachel Sheherazade.

PUBLICIDADES E PARCEIROS