Coluna Francês Press Noticias Gerais

Francês Press

Sempre polêmico, o presidente Jair Bolsonaro declarou ontem que só será vacinado contra a Covid-19 quem quiser: “O meu ministro da Saúde já disse claramente que não será obrigatória esta vacina e ponto final”.

A falta de bom senso é um capricho para contrariar o principal adversário na próxima disputa presidencial, o governador de São Paulo. É que João Dória já comprou vacinas e quando elas chegarem, os paulistas serão obrigados a toma-la.

Bolsonaro coloca em xeque a vacina adquirida antecipadamente pelo governo de SP: “Tem que ter comprovação científica. O país que está oferecendo esta vacina tem que primeiro vacinar em massa os seus depois oferecer para outros países”. Dória responde que “em São Paulo não haverá politização em relação à vacina”.

O policiamento continua deficiente em pequenos municípios da região. Em Ângulo, por exemplo, são apenas dois PMs com uma só viatura para patrulhar também dois municípios vizinhos.

Contando com essa falha, dois sujeitos invadiram uma festa familiar no final de semana e renderam todos os presentes. Depois, sem explicações mataram com 11 tiros um jovem de 20 anos, morador de Iguaraçu. Embora falte a motivação, moradores conhecem os assassinos que estão sendo procurados.

Acusado de desviar cerca de R$ 250 mil da área de saúde pública em Foz do Iguaçu, um médico foi condenado a pagar R$ 500 mil para investimento nas ações de combate ao coronavírus. Também deverá prestar 30 horas semanais de serviços à comunidade até completar 760 horas – no prazo máximo de dois anos.

Na madrugada de domingo bombeiros foram mobilizados em Curitiba para socorrer um homem bêbado que após briga com a esposa caiu do segundo andar de um prédio. Os paramédicos encontram o homem ileso, consumindo o que restava de um “corote” de cachaça.

Detalhes interessantes da eleição em Maringá. Para escolher vereadores, os maringaenses contam opções de nomes que já foram legisladores municipais, ou parentes de ex, de atual e de ex-prefeito.

Que já passaram pelo legislativo: os ex-presidentes Nereu Vidal Cézar e John, os médicos Manoel Sobrinho e Paulo Soni, Onivaldo Barris, Tenente Edson Luiz, Santo Soares, Zebrão. Parentes: Terezinha Pereira (irmã do José Cláudio), Mércia Froeming, Wesley Tuller, Emar Mariucci e outros.

Candidatos que se identificam através de estabelecimentos: Altamir e Fabinho da Lotérica, Adilson do Bar, Jair do Gás, Jurandir Lanches Amigão, Mauro Polo da Copel, Luzimar da Ortopedia, Luiz da Sasc, Silvinha do Sopão, Gilberto da Farmácia, Wanderlei da Costelaria Alvorada, Alex da Ambiental, Lucimar das Marmitas, Augusto do Gastão, etc.

Por profissões: Anaísa Corretora, Felipe Assistente Social, João Oficial, Olga Protetora, Fábio Garçom, Gilberto Motoboy, Regina e Regina Zeladora, Rose Diarista,Tonho do Pendrive, Djalma Bolacha, Japa Terapeuta, Odair Fogueteiro, Carteiro Dorival, Claudinho Frentista, Investigador Faustino, Investigador Nilson, Delegado luiz Alves, etc.

Da área educacional, Diretora Edneia, Professora Toninha, Professora Vilma, Professora Maria Célia, Professora Nadir, Professora Carlos Nuss, Professora Lucimar, Professora Ana Lúcia, Professor Rodrigo Matos, Professor Amaral, Professor Barreto, Professor Niero, etc.

Candidatos com apelidos e nomes diferenciados: Boi, Falafina, Jabá, Bebezão, Sapinho, Tuim, Badeco, Curió, Tikão, Clebão, Urso, Rodrigo Véio. Identificados pelos estados natais: três candidatos com nome Ceará, Baiano da Feira, Mato Grosso, etc.

Imaginação rica, carteira nem tanto. Os candidatos de Maringá não chegam aos pés dos candidatos a vereador de Curitiba, muitos deles ricaços procurando iniciar carreira política.

Alguns exemplos: Pastor Ailton Araújo (PSL), patrimônio declarado de R$ 8,141 milhões. Cantor Willian Renan (PSD) R$ 6,31 milhões, Dr. Talel (PRTB) R$ 4,56 milhões, Octávio Borghetti (PP) R$ 3,91 milhões, Gisele (Novo) 3,64 milhões, Professor Biênio Peixe R$ 3,12 milhões.

Um dos mais conhecidos flamenguistas de Umuarama, após o “baile” de 5 a 1 no domingo o padre Machado (Paróquia São José Operário) não se conteve: paramentado, sorridente, foi às redes sociais e desejou que “Deus abençoe imensamente os corintianos durante toda a semana, quantas vezes for necessário”. Não é a mesma coisa que os corintianos irritados estão desejando para o padre!

PUBLICIDADES E PARCEIROS