Maringá

Vistoria não encontra irregularidades em remoções no Parque do Ingá

Integrantes do Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente de Maringá (Comdema), membros da sociedade e profissionais da área florestal, fizeram uma fiscalização no Parque do Ingá. O motivo da visita foi uma notícia divulgada por uma candidata a vereadora do PSC; ela colocou dúvidas sobre o procedimentos aplicados na reserva ambiental.

“Todos os procedimentos de intervenção na arborização contaram com embasamento técnico. Tivemos esse zelo costumeiro que os profissionais já realizam no município. Fazendo essa vistoria, pudemos atestar que não houve nenhum procedimento errôneo e tudo seguiu a técnica esperada”, disse Luerti Galina, presidente do Comdema.

De acordo com o secretario de Serviços Públicos, Antonio Padilha, que também acompanhou a vistoria no Parque do Ingá, “todos ficaram satisfeitos com as explicações. Tudo bem justificado.” Explicou ainda que as remoções foram realizadas com laudo do engenheiro Mauricio da Secretaria do Meio Ambiente e Bem-Estar Animal.

O engenheiro em questão acompanhou a visita e mostrou o porque cada árvore foi removida do local, além de informar que o procedimento vai se repetir em outras oportunamente. Por conta disso, a denúncia se comprovou improcedente. Quem divulgou a fake news já é conhecida por divulgar conteúdo duvidoso nas redes sociais.

Victor Cardoso
Foto – Reprodução

PUBLICIDADES E PARCEIROS