Esportes

Diniz elogia melhora do time e defende Daniel Alves

No último domingo, o técnico Fernando Diniz esteve impossibilitado de acompanhar o São Paulo no banco de reservas. No Morumbi, o Tricolor empatou com o Fortaleza, em 2 a 2, mas garantiu a classificação para as quartas de final da Copa do Brasil nas penalidades. Nesta segunda, o comandante elogiou o trabalho de sua equipe e saiu em defesa de Daniel Alves, um dos nomes que foram criticados no último fim de semana.

-Fizemos um primeiro tempo primoroso. A gente fez um bom jogo em Fortaleza, que mereceu ganhar. Foram dois bons jogos. A gente oscilou menos ontem, teve chances de fazer mais gols no primeiro tempo. No segundo, o jogo foi mais aberto, com um erro que a gente cometeu. A gente colocou o Fortaleza no jogo quando saiu o primeiro gol deles – afirmou o técnico Fernando Diniz.

Depois de sair vencendo, por 2 a 0, o São Paulo cedeu o empate nos 15 minutos finais da partida. Nos pênaltis, embora o momento emocional estivesse a favor da equipe nordestina, o Tricolor conseguiu reverter a situação e conseguiu a vitória, por 10 a 9. O comandante também fez questão de elogiar seu time por superar a adversidade.

– Emocionalmente o time foi perfeito ontem depois que tomou o empate. Era pra ter se abatido, mas foi o contrário. Envolvimento de jogadores, não teve abatimento. Senso de união, colaboração, segurança que um passa para o outro. Treinamos muito pênalti. Não foi casualidade, foi trabalho.

Por fim, Fernando Diniz defendeu o camisa 10 Daniel Alves. O astro tricolor vem sendo criticado pelo seu rendimento em campo e, principalmente, pela sua permanência em campo durante as partidas do São Paulo. Contra o Fortaleza, o meia foi pouco efetivo e saiu de campo criticado.

– Entrega mutias coisas, falo desde o ano passado, teve momentos de cobrança. Ele entrega mais do que vocês imaginam. É nossa maior referência. Ele entrega muitas coisas, no campo daria pra ver também, mas a gente enxerga mais as coisas superficiais, quando erra um passe ou acerta. Tem taxa de trabalho sempre grande, corre o tempo todo, sempre bate recorde no GPS. Coloca todo mundo para cima, tem frieza para decidir, espírito de luta invejável. É um grande privilégio ter o Daniel – encerrou o treinador do São Paulo.

Foto – Reprodução

PUBLICIDADES E PARCEIROS