Policial

Acusado de triplo homicídio em São Paulo fez identidade falsa no Paraná

Paulo Cupertino virou Manoel Machado da Silva, após fazer uma identidade falsa em Jataizinho, Norte Pioneiro do Paraná. Ele é acusado de matar Rafael Miguel e os pais dele, por não aceitar o namoro da filha com o ator de novelas. O crime ocorreu no ano passado em São Paulo e desde então o assassino está foragido. Com identidade falsa a Polícia acha que ele pode estar no Paraguai , mas não descarta a hipótese do criminoso ter se escondido no Paraná, podendo estar, inclusive, na região de Maringá.

Para tirar a identidade falsa, Cupertino cortou a vasta cabeleira e deixou a barba branca crescer. O funcionário do Instituto de Identificação que fez o novo RG do fugitivo lamentou ter passado batido depois de 39 anos de profissão. De qualquer maneira, ele está sendo investigado pela Polícia Civil, que quer saber se o servidor foi mesmo enganado ou se viabilizou a mudança de identidade do criminoso de caso pensado.

Em favor do funcionário há o fato de que o Instituto de Identificação do Paraná não possui ainda banco de dados e por causa disso esse tipo de erro é possível de acontecer. O acusado de homicídio triplamente qualificado apresentou uma certidão de nascimento falsa com o nome de Manoel Machado da Silva, com endereço de Ibiporã, cidade que fica a 8 quilômetros de Jataizinho.

Redação JP
Foto – Umuarama News

PUBLICIDADES E PARCEIROS