Destaques do Dia Maringá

Coronel Audilene surpreende e é quem mais cresce na campanha

Pesquisa realizada pelo Instituto Paraná Pesquisas para prefeito de Maringá, apresenta como grande surpresa o crescimento extraordinário da candidata Coronel Audilene Rocha, do PP, que em 9 dias teve um crescimento de 5 por cento, passando de 3,2% na pesquisa do mesmo instituto divulgada no dia 9 para 8,2% na pesquisa estimulada divulgada ontem. Em termos percentuais a Coronel Audilene teve um crescimento de 156,25% na pesquisa estimulada. Já o prefeito Ulisses Maia que disputa reeleição se manteve estável na pesquisa estimulada, pois tinha 41,4% na divulgada em 9 de outubro e na pesquisa divulgada ontem aparece com 42% o que implica dizer que em 9 dias cresceu só 0,6% contra um crescimento de 5% da Coronel Audilene. Em 9 dias a candidata do PP passou do quinto lugar para o terceiro lugar.

Em segundo lugar na pesquisa estimulada está o deputado estadual Homero Marchese, do PROS, com 12,6% apresentando um crescimento de 2,2%. O Dr.Batista, do DEM, que estava em terceiro lugar com 11,1% caiu para a quarta posição com 8%.  Akemi Nishimori, do PR, tinha 4,2% caindo para 3,4%; José Luiz Bovo, do Podemos, tinha 2,1% na pesquisa anterior e agora está com 1,8%; Aníbal Bianchini, do PTC, estava com 1,7% e caiu para 1,4%; Carlos Mariucci, do PT, caiu de 1,4% para 1,1%; Rogério Calazans, do Avante, caiu de 1,3% para 1,1%; Valdir Pignata, do Cidadania tinha 1,7% e agora tem 0,8%; Evandro Freitas de Oliveira, do PSDB, tinha 1,1% e caiu para 0,4%;enquanto o Professor Edmilson, do PSOL, caiu de 1,5% para 0,4%.

Na pesquisa estimulada divulgada ontem 10,7% do eleitorado não vota em nenhum dos candidatos e 7,3% está indeciso.

ESPONTÂNEA
Na pesquisa espontânea, 47,6% dos eleitores responderam que não sabem em quem irão votar nas eleições municipais de 2020 e 10,5% afirmaram que não votarão em nenhum dos candidatos. Entre os nomes citados o prefeito Ulisses Maia que tinha 21,5% agora tem 27%; Homero Marchese tinha 4,2% e agora tem 6,6%; a Coronel Audilene passou de 0,4% para 2,7%; o Dr. Batista tinha 1,8% e agora tem 2,2%; Akemi Nishimori tinha 0,3% e agora tem 0,7%; Bovo permaneceu com 0,7%; Rogério Calazans caiu de 0,7% para 0,5%; Anníbal Bianchini passou de 0,3% para 0,4%; Carlos Mariucci caiu de 0,7% para 0,4%. Evandro de Oliveira, Valdir Pignata, Eliseu Fortes e Professor Edmilson não foram citados na pesquisa espontânea divulgada ontem.

A pesquisa do Instituto Paraná Pesquisas foi contratada pelo Grupo Maringá de Comunicação-GMC-, e está registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o número PR-07849/2020.

Redação JP
Foto – Reprodução

PUBLICIDADES E PARCEIROS