Policial Região

Policial penal mata esposa e comete suicídio em Cascavel

A advogada Vanessa Postal, de 33 anos, foi morta com um tiro , segundo apurou a Polícia, disparado pelo próprio marido, que em seguida cometeu o suicídio, usando a mesma arma. O crime chocou Cascavel neste Dia de Finados, onde Vanessa atuava como advogada e gozava de muito prestígio. Robson Fachin, o marido, de 39 anos, era policial penal na Penitenciária de Catanduvas e também professor de Direito em um cursinho preparatório para concursos públicos.

Vanessa estava grávida de três meses e segundo a Polícia Militar, vizinhos contaram que o casal brigava muito. A suspeita é de que o servidor tenha atirado na esposa após discussão e em seguida deu cabo à própria vida. A família de Vanessa só ficou sabendo do crime após ligar várias vezes pra ela e o celular só dar caixa postal. Os parentes, então, acionaram a PM, que foi até o apartamento, teve que arrombar a porta e ao entrar encontrou marido e mulher mortos. A pistola calibre 40 que estava caída ao lado do casal pertencia ao Depen e era usada pelo policial penal (antigo agente penitenciário) no seu trabalho.

A OAB de Cascavel emitiu nota lamentando a tragédia familiar e dizendo que “Vanessa deixou um legado exemplar entre seus colegas, amigos e familiares”.

Redação JP
Foto – Reprodução

PUBLICIDADES E PARCEIROS