Coluna Francês Press Noticias Gerais

Francês Press

Prefeitos que assumirem o próximo mandato terão mais dificuldades que os atuais. A economia estará em recuperação com prazos e níveis sem previsão; o governo federal descapitalizado não vai ajuda-los e a pandemia vai continuar exigindo gastos em um cenário de pouca geração de renda e de empregos.

Na previsão do professor de Ciências Econômicas do Ibmec no RJ, Ricardo Macedo, “Quem assumir uma prefeitura terá que descobrir novas fontes de receita, fiscalizar para faturar mais, renegociar dívidas e recuperar receitas para ter fluxo de caixa, já que as despesas são permanentes”.

O Brasil teria 3.299 espécies de animais e plantas ameaçadas de extinção. Os cálculos de pesquisadores dizem estar comprometidos 19,8% do total de 16.645 espécies avaliadas pelo IBGE.

Queiram ou não, muitas causas são inevitáveis como expansão das áreas urbanas e de agricultura, ecossistemas comprometidos por degradação provocada principalmente pela falta de chuva no Nordeste. Por mais que se esperneie, muitas plantas e animais vêm perdendo habitats.

Em Curitiba a polícia garantiu à bala, medida protetiva concedida a uma mulher. O ex-marido que usava tornozeleira eletrônica e portava revolver, invadiu a casa dela, reagiu à PM e foi morto com um tiro. Detalhe: estava solto provisoriamente por causa da pandemia.

A polícia paranaense pretende solucionar casos de estupros, cientificamente. Começou a usar uma Plataforma de Automatização Starlet ID, “robô” que acelera o exame das amostras dos materiais genéticos relacionados a crimes.

O equipamento que otimizará a obtenção de perfis genéticos dos possíveis autores vai assumir os exames de dois mil casos de crimes de estupros “encalhados” no Paraná. O Estado também integrará uma rede nacional que objetiva identificar estupradores em série.

Esse banco vai extrair e mapear milhares de perfis genéticos e amostras de DNA. E com certeza identificar prontamente suspeitos livres há anos por falta de dados para comparações

Acostumado a enfrentar “montanhas” de músculos treinados, o atleta de jiu-jitsu Aldo Kemps Oliveira (41) foi vítima na segunda-feira em Salvador, de um pequeno pedaço de carne. O campeão estadual estava almoçando com a filha de 9 anos quando engasgou e chegou a ser socorrido pelo Samu, mas morreu.

E o ex-deputado estadual Fernando Carli Filho, condenado e ausente desde que matou dois jovens em um acidente na capital, volta à cena da política e das redes sociais. Ele está postando apoio a um candidato – antigo opositor – a prefeito de Guarapuava.

Na cidade de Quarto Centenário a polícia recuperou esta semana uma camioneta Toro roubada em Maringá. Com placa adulterada, estava sendo utilizada para contrabandear cigarros do Paraguai. O condutor fugiu.

Em Araruna apreendido outro veículo roubado e utilizado no tráfico. Um Tiguan roubado em Terra Roxa transportava 280 quilos de maconha. O motorista também sumiu no mato.

É verdade que partido político é apenas sigla usada pela maioria para ser político no Brasil. Mas, às vezes os novos políticos precisam ter um pouquinho de tino, não atropelando as posições partidárias. Pode dar problema.

Acostumado a lidar com bandidos de pior espécie, o deputado federal mais votado do PR, Sargento Fahur (PSD), ainda não adquiriu essa “sensibilidade”. Votou com o PT, apoia o PV que quer cassar Bolsonaro, etc. Tá levando pau.

Em Sertanópolis adversários usam violência para tentar intimidar uma candidata a prefeita “estreante” em política, Soraya Santa Rosa(PSL). Um motociclista flagrado por câmera de segurança destruiu a porta de vidro do comitê dela com dois tiros.

Também picharam nas paredes a frase machista “Lugar de mulher é na cozinha”. Bem, neste caso foi um tiro no pé. Mas pode ser ideia de algum sabichão malandro da campanha da Soraya.

PUBLICIDADES E PARCEIROS