Policial Região

Homicídio teria sido motivado por bate-boca em jogo de sinuca

A vítima e o assassino. Tudo começou em um jogo de sinuca

A morte do jovem Lucas Eduardo Melo Gomes, de 18 anos, que não tinha passagem pela polícia, ocorreu após uma discussão que ele teve em um jogo de sinuca com o Edson Souza, de 21. Horas depois do bate-boca a vítima voltou ao bar, no Jardim Bom Pastor em Sarandi, para se desculpar com o dono do estabelecimento pelo transtorno causado. Mas ao descer da moto, foi alvejado por vários tiros, disparados por Edson, que continuou no local.

Preso em flagrante, a versão do homicida é de que ele teria sido ameaçado pela vítima , por isso a matou. Segundo o delegado de Sarandi, Adriano Garcia, Lucas trabalhava com o pai em uma oficina de motos e não tinha ficha policial, ao contrário de Edson, que já esteve preso por envolvimento com o tráfico de drogas. O homicida estava usando tornozeleira eletrônica no momento do crime e descartou o equipamento para fugir. Foi localizado em Sarandi mesmo, na casa de um amigo. A arma do crime teria sido jogada em um rio que passa nos fundos do Jardim Universal.

Redação JP
Foto – Reprodução

PUBLICIDADES E PARCEIROS