Policial Região

Sem ter encontrado corpos do casal de Goioerê, PC conclui inquérito e indicia suspeitos

O carro do casal foi localizado queimado em Moreira Salas, mas dentro não havia nenhum corpo

A Polícia Civil de Goioerê divulgou nota na última quinta-feira para explicar sobre o encerramento do inquérito que investigava o desaparecimento do casal Kawany Grajanin Machado e Rubens Bigueti Júnior, vistos pela última vez no dia 3 de agosto. Quatro pessoas estão presas, acusadas de planejar e executar o sequestro do casal, que teve seu filho de 4 meses abandonado em uma calçada e o carro de Rubens incendiado na zona rural de Moreira Sales.

Os corpos de Kawany e Rubens nunca foram localizados, apesar de quase três meses de busca. Entre os suspeitos está uma vizinha de Kawany, com quem teria tido relação de amizade. Ela e três homens acusados de executar o crime estão presos e há um quinto suspeito que a Polícia Civil de Goioerê ainda procura. Os cinco foram indiciados, mas o promotor público que recebeu a o inquérito disse que só se pronunciar depois que oferecer denúncia à Justiça.

Segundo a advogada Alexandra Bigueti, irmã de Rubens, Kawany estava grávida.

Redação JP
Foto – Reprodução

PUBLICIDADES E PARCEIROS