Policial

Polícia investiga agressão a angolanos em disk cerveja

Dois homens de origem angolana foram agredidos e arrastados para fora da cervejaria e há suspeita de crime de racismo e xenofobia.
As agressões ocorreram sábado numa cervejaria da Avenida Petrônio Portela, no Jardim Aclimação, em Maringá. Mas as imagens só chegaram às mãos da Polícia Civil na tarde de terça-feira. O Delegado Diego Freitas abriu inquérito para investigar os motivos e até ontem tentava identificar os agressores. Os angolanos, um de 26 e outro de 27 anos, foram expulsos a pontapés do estabelecimento.

Imagens gravadas de um celular viriliza na internet e mostram a pancadaria e uma das vítimas sendo arrastada para fora. De acordo com o advogado dos angolanos, Mário Alberton, os imigrantes foram violentamente agredidos por seis ou sete pessoas, entre elas, dois empregados da cervejaria.

Disse ainda o advogado que os estrangeiros deixaram cinco cervejas pagas e estavam consumindo do lado de fora do estabelecimento. Já tinham tomado três garrafas, mas foram impedidos de entrar quando foram buscar a quarta e a quinta. O segurança teria chamado os angolanos de “folgados” e dito a eles em tom de ameaça: “Voltem pra terra de vocês”. Depois disso, partiu para a agressão física, no que foi seguido por alguns frequentadores. Uma das vítimas chegou a receber um “mata-leão” e ficou desacordado. O comando do 4º. Batalhão também entrou no caso, porque segundo informações, um dos agressores seria policial militar. As investigações podem caracterizar o fato como crime de racismo e xenofobia (aversão a estrangeiros)

Redação JP
Foto – Plantão Maringá

PUBLICIDADES E PARCEIROS