Destaques do Dia Maringá

Grupo de combate a Covid-19 discute ações de prevenção em Maringá

O encontro no Auditório Hélio Moreira começou às 8h30 da manhã desta sexta-feira (20), para definir ações contra a pandemia do novo coronavírus. Quem comandou a reunião foi o vice-prefeito Edson Scabora e iniciou o debate dizendo que a situação em Maringá é grave e, por conta disso, há a necessidade de agir em parceria com a Sociedade Civil Organizada para diminuir os casos da doença.

Orlando Chiqueto, secretário de Fazenda do município relatou que as fiscalizações não deixaram de atuar. Disse que, se for necessário os decretos serão reajustados, podendo ser proibidas atrações que promovem aglomerações, como músicas ao vivo e telões em bares. Tabacarias são vistas como pontos críticos por algumas contribuírem com festas clandestinas.

Os estabelecimentos ou responsáveis por eventos que descumprem horários e formas de funcionamento, determinados em decretos municipais, serão multados. A comunidade será importante nesse processo denunciando qualquer contravenção. Na reunião ficou definida que será verificado o cumprimento da lei 11.109/2020 sobre restrições de consumo de bebidas alcoólicas em espaços públicos.

Dessa forma ficará proibido o consumo em praças, quadras esportivas, calçadas, ruas, avenidas, largos, ciclovias, linhas férreas, pontes, estacionamentos, entre outros, das 22 horas até às oito horas do dia seguinte.
O aumento de casos é visto como um relaxamento das pessoas, segundo a promotora de justiça do Ministério Público (MP), Michele Nader. Para ela, ações de conscientização precisam ser retomadas para alertar a todos que a luta contra o vírus continua, não pode ser afrouxada nenhuma medida. A principal preocupação do MP é o comprometimento dos leitos nos hospitais de Maringá.

Em Maringá, a média móvel de casos confirmados atingiu o maior número na última quarta-feira: 186. Isso significa um aumento de 304% em relação à média móvel de 14 dias atrás. A taxa de ocupação de leitos é em torno de 73%, menor que cidades como Campo Mourão, Paranavaí e Umuarama que atingiram 100%.

“Observamos que a campanha política, não o dia 15 específico, mas o período todo, além dos feriados em outubro e novembro, promoveram uma sensação de que a pandemia está sob controle. Houve dessa forma um relaxamento por parte da população e de atividades particulares realizando confraternização e encontros. O resultado disso foi o aumento de contaminados; sempre trabalhamos com o reflexo de dias anteriores, porém, projetando iniciativas para o presente e futuro. A taxa de contágio passou a ser 1,10 ou 1,15; a cada 100 pessoas contaminadas elas podem afetar 115 outras. O aumento é a nível de município, estado e País”, disse o diretor da 15ª Regional de Saúde, Ederlei Alkamim, que reforçou a possibilidade de leitos serem reativados para atender as necessidades.

Participaram do encontro do Comitê Gestor de Combate ao Coronavírus (Fazenda, Gestão, Saúde e Proge), representantes da Câmara Municipal, Polícia Militar, Associação Comercial e Empresarial de Maringá (Acim), Promotoria, Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Maringá, Conselho Regional de Medicina, Sindicato dos Contabilistas, diretoria de hospitais público e privado, Conselho Municipal de Saúde, Igrejas Católica, Ordem dos Pastores, Poder Judiciário, Polícia Civil, 15ª Regional de Saúde, SindHotel, Abrasel, Sivamar, Sincomar, Sindvest, Sinconfemar e Sindimetal.

Por volta das 10h30, na sala de reuniões do Paço Municipal, prefeitos da região se encontraram para alinhar ações de contenção do novo coronavírus. A grande preocupação dos representantes dos executivos é sobre um fechamento total justamente no período de Natal. Foram convidados os prefeitos de Maringá, Sarandi, Paiçandu, Mandaguari, Marialva, Iguaraçu, Ângulo, Astorga, Mandaguaçu e dos distritos de Iguatemi e Floriano.

SERVIÇO
Em caso de flagrante desrespeito às normas de combate ao Coronavírus e colocação de outras pessoas em risco a Prefeitura possui o canal de comunicação pelo telefone 156 e também por meio do site geoproc.maringa.pr.gov.br:8081/sistema156/saude.html.

Victor Cardoso
Foto – Reprodução

PUBLICIDADES E PARCEIROS