Destaques do Dia Maringá

Maringá é a 22ª cidade mais competitiva em ranking nacional

O Ranking de Competitividade dos Municípios, realizado pelo Centro de Liderança Pública (CLP), em parceria com a Gove e o Sebrae, propõe que os dados sejam ferramentas para o setor privado balizar decisões de investimentos produtivos nas cidades. Nesta edição, Maringá aparece na 22ª colocação entre 405 cidades com mais de 80 mil habitantes.

Foram avaliados 55 indicadores, distribuídos em 12 pilares temáticos: Sustentabilidade Fiscal, Funcionamento da Máquina Pública, Acesso à Saúde, Qualidade da Saúde, Acesso à Educação, Qualidade da Educação, Segurança, Saneamento e Meio Ambiente, Inserção Econômica, Inovação e Dinamismo Econômico, Capital Humano e Telecomunicações. Além disso são analisadas três dimensões para promoção da competitividade e melhoria da gestão pública.

Apesar de ser a 22ª cidade mais competitiva no país e a quinta na região Sul, Maringá não está entre as ‘Top 5’ nos rankings setoriais do Centro de Liderança Pública. Tem um bom posicionamento no que se refere à sociedade (10ª colocação); se destaca em acesso e qualidade de saúde, acesso e qualidade da educação, segurança e saneamento e meio ambiente, mas precisa avançar no que se refere à qualidade de suas instituições (181ª posição).

“Depois de nove edições do Ranking de Competitividade dos Estados decidimos ampliar a análise competitiva da gestão pública também para a esfera municipal. Os recém-eleitos podem obter um amplo mapeamento dos desafios, direcionando, de forma mais precisa, a atuação das lideranças municipais para planejamento e atuação para aquilo que é prioritário. Na outra ponta, além de atrair novas empresas, também é uma ferramenta para cidadãos avaliarem e cobrarem de forma eficiente o desempenho dos formuladores de políticas públicas”, afirmou Tadeu Barros, diretor de Operações do CLP.

No ranking, Curitiba, Maringá, Pato Branco e Londrina estão simultaneamente entre as 50 cidades mais competitivas do Brasil e entre as 10 da região Sul. No geral, entre os 10 mais competitivos estão três da região Sul: Florianópolis (4ª), Curitiba (5ª) e Porto Alegre (10ª). Na dimensão econômica Florianópolis é a primeira colocada, mas precisa melhorar na dimensão social e institucional; neste último ficou na 226ª colocação.

Por sua vez, Curitiba se destacou nas dimensões institucional e econômica (2ª e 11ª colocação), porém teve uma posição mediana na dimensão sociedade (51ª colocação).

As duas piores cidades do Paraná são Almirante Tamandaré (291º) e Piraquara (296º).

Redação JP
Foto – Reprodução

PUBLICIDADES E PARCEIROS