Maringá

Prefeitura aplica pesquisa para Plano de Mobilidade Urbana

A Pesquisa de Origem e Destino Domiciliar é considerada uma das principais ferramentas do Plano de Mobilidade de Maringá (PlanMob). Ela serve para o planejamento de curto, médio e longo prazo do transporte e trânsito da cidade. A Prefeitura iniciou a pesquisa e pretende visitar cerca de 2,5 mil domicílios de Maringá. Quem quiser participar também pode fazer de forma online, no site da Prefeitura.

A intenção do Poder Público é compreender como as pessoas realizam as viagens e o que precisa ser feito para melhorar as condições de mobilidade urbana. Isso inclui transporte público, ciclovias para ciclistas, espaços adequados para deslocamento a pé e melhorias nas vias para carros e motocicletas. Além de saber as origens e destinos: trabalho, escola, compras ou outros motivos.

Os que forem abordados devem ficar atentos a identificação do pesquisador. O profissional estará utilizando crachá com nome e tomará todas as medidas de segurança de prevenção ao coronavírus, usando equipamentos de proteção e cumprindo distanciamento.

PLANO
O Plano de Mobilidade será realizado pela primeira vez em Maringá, atendendo a lei federal que exige o estudo para cidades com mais de 20 mil habitantes. Servirá para orientar ações no trânsito para as próximas décadas. O documento será feito com base em estatísticas de frota de veículos, das ruas e avenidas, motoristas, pilotos e passageiros, entre outras situações.

Victor Cardoso
Foto – Reprodução

PUBLICIDADES E PARCEIROS