Coluna Francês Press Noticias Gerais

Francês Press

O Diário Oficial da União publicou e o deputado federal Ricardo Barros (PP) é o novo líder do governo no Congresso Nacional. A importância do cargo também está no poder exercido pelo grupo de parlamentares que compõem a base de apoio ao governo, o chamado Centrão que reúne cerca de 200 deputados.

Ricardo já exerceu outras posições de liderança política em vários governos, destacando-se no de Michel Temer quando assumiu o Ministério da Saúde, promovendo principalmente economia revertida em benefício popular. O combate político de adversários aqui do Estado é um reconhecimento à capacidade de articulação que ele exerce com resultados na política do Paraná.

Com a nova ascensão, Maringá passa a contar com dois “Zés” – que não usam o nome popular politicamente – em posições de destaque e liderança nacional no Congresso: Ricardo José Magalhães Barros e Ênio José Verri, este líder do PT.

Desde ontem o Brasil é campo para quatro experimentos de vacina contra a Covid-19. A Anvisa expediu autorização para o ensaio clínico da vacina desenvolvida pela Johnson & Johnson no país.

O estudo total da J&J prevê a inclusão de até 60 mil voluntários a partir de 18 anos, 7 mil no Brasil. Eles serão escolhidos por faixas etárias nos estados do Paraná, São Paulo, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Bahia e Rio Grande do Norte, esperando-se resultados até o mês de janeiro.

Para os moradores de duas diminutas cidades paranaenses a Covid-19 só existe nos noticiários de rádio e televisão. Boa Ventura de São Roque e Godoy Moreira reúnem 0,08% da população do Estado, 9.407 moradores sossegados que pouco se movimentam para outros municípios ou recebem visitas de fora.

Contras na rede pública, favoráveis na rede particular. Nessa dividida posição quanto ao retorno das aulas, interesses e negócios à parte os governantes devem levar em consideração a opinião popular. Segundo pesquisa, 79% dos brasileiros são contra o retorno das atividades escolares presenciais.

Explicando melhor: mais da metade da população não cumpre regras de isolamento social, mas quando se trata de colocar os filhos em risco direto têm outra posição. Se as escolas forem abertas, neste ano, será grande o número de alunos não liberados pelos pais.

Na opinião de 59% dos brasileiros entrevistados pelo DataFolha a retomada das aulas presenciais aumentará a pandemia. 20% declararam que o efeito será pequeno e apenas 18% acreditam que a disseminação não aumentará.

O caso da menina de 10 anos estuprada pelo tio na cidade de São Mateus (ES) chama atenção para um problema geralmente oculto no Brasil. Ele resulta em seis abortos diários em meninas de 10 a 14 anos. No Paraná, nos dois últimos anos foram registrados 104 abortos legais por ano.

Psicóloga, escritora e candidata a prefeita de Curitiba, Marisa Lobo tem uma posição apoiada pela sociedade que precisa ser discutida em âmbitos políticos para se tornar lei. Marisa diz que há necessidade de penas duras para enfrentar a pedofilia, um crime onde mesmo depois de punido o autor continua agindo.

A psicóloga destaca falhas na punição e também na falta de suporte para a criança e família, cujo sofrimento aumenta com a identificação da vítima. Para ela, só a castração química dos culpados pode livrar a sociedade do problema que eles representam.

Presos tomaram a cadeia pública de Ibiporã da noite de anteontem para a madrugada de ontem. Promoveram cenas de selvageria com seis assassinatos. Depois se amotinaram queimando instalações e promovendo pandemônio para tentar escapar e dificultar a identificação dos autores das mortes.

PUBLICIDADES E PARCEIROS