Maringá

Prefeitura transfere R$ 3,8 milhões para aeroporto de Maringá

Desde o início da pandemia, o Aeroporto de Maringá enfrenta dificuldades em se manter. Houve redução de 92% do volume de receitas com a suspensão e diminuição de voos. A recuperação gradual só começou a acontecer no mês de setembro. Para ajudar a repor o caixa e custear as despesas, a Prefeitura transferiu R$ 3,8 milhões para a administração do aeroporto. Depósito só foi feito após aprovação da Câmara Municipal.

Dos R$ 3 milhões que havia em caixa no início do ano, a superintendência do aeroporto informou que sobrou R$ 1 milhão. De acordo com Fernando Rezende, superintendente do local, não há déficit, mas existe é preciso ter condições para realizar constantes melhorias para garantir qualidade e conforto aos passageiros e segurança operacional. Os compromissos estão sendo cumpridos durante os sete meses de pandemia, porém diminuiu a capacidade de investimento.

No Diário Oficial a ação burocrática está descrita sendo uma medida de aporte no momento de crise. O aeroporto é 100% da Prefeitura que tem obrigação de dar suporte as necessidades do local. Os voos estão aumentando, mas o número de passageiros ainda é baixo num comparativo com outros anos; 300 pessoas passaram pelo aeroporto em abril, já em setembro foram 17 mil. Mas o número antes da pandemia de Covid-19 chegava a 60 mil usuários.

Victor Cardoso
Foto – Reprodução

PUBLICIDADES E PARCEIROS