Maringá

Rede privada é autorizada para retomar aulas presenciais extracurriculares

O juiz Nicola Frascati Júnior, da 2ª Vara da Fazenda Pública, é quem assina a autorização de retorno das aulas presenciais com conteúdos extracurriculares nas escolas e faculdades particulares em Maringá. O pedido para a volta às aulas presenciais facultativas foi feito pelo Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino do Noroeste do Estado do Paraná (Sinepe/NOPR).

As atividades extracurriculares que serão permitidas são: as práticas de aprofundamento da aprendizagem; reforço escolar e nivelamento; atendimento educacional especializado; atendimento pedagógico individualizado; cursos de idiomas; experimentação e iniciação científica; cultura e arte, esporte e lazer; tecnologias da informação, da comunicação e uso de mídias; meio ambiente;
Direitos humanos; promoção da saúde; e mundo do trabalho e geração de rendas.

Seguem proibidas as atividades coletivas que possam ter contato físico ou promover aglomeração. Mesmo diante da decisão favorável, o Sinepe deve recorrer pedindo o retorno das aulas curriculares presenciais. Em Maringá, as aulas nas escolas foram suspensas em 20 de março como medida de prevenção ao novo coronavírus.
Até o momento a Prefeitura não se manifestou sobre o assunto; informação é de que o Poder Público aguarda ser comunicado oficialmente da decisão. Lembrando que, desde o dia 27 de outubro, as aulas com conteúdo extracurricular foi liberado para o ensino infantil no município.

Victor Cardoso
Foto – Reprodução

PUBLICIDADES E PARCEIROS