Maringá

Sindicato continua impedindo saída de ônibus, diz empresa de transporte coletivo

As empresas Transporte Coletivo Cidade Canção (TCCC) e Cidade Verde informaram que o Sindicato dos Condutores de Veículos Rodoviários de Maringá (Sinttromar) continua impedindo a saída dos ônibus da garagem. Grevistas estariam na entrada do local e, dessa forma, descumprindo a determinação judicial. O comportamento pode render multa de R$ 60 mil por dia.

Imagens circulam pelas redes sociais onde aparecem sindicalistas em frente o portão principal da garagem que fica na Avenida Monteiro Lobato em Maringá. A ordem é que 70% dos motoristas precisam estar em atividade normalmente. No primeiro dia de paralisação, Roberto Jacomelli, diretor executivo da Transporte Coletivo Cidade Canção (TCCC), informou que o transporte municipal estava com 50% da frota parada, enquanto os ônibus metropolitanos 95%.

A desembargadora Ilse Marcelina Bernardi Lora definiu que o direito de greve só é assegurado se houver manutenção de 70% do contingente de motoristas e cobradores trabalhando. Os profissionais definiram greve por não aceitar perdas de direitos e a negativa de reajuste salarial de 2,3%.

SINDICATO
Segundo o dirigente sindical Emerson Viana Silva, o Sinttromar está garantindo mais que a porcentagem determinada judicialmente baseado em estimativas da própria entidade. As empresas foram notificadas para que apresentassem planilhas com os números exatos de frota e trabalhadores na ativa, no entanto, a solicitação foi negada.

Victor Cardoso
Foto – Reprodução

PUBLICIDADES E PARCEIROS