Policial Região

Homem joga água quente em esposa e não se conforma em ficar preso

O crime ocorreu sábado na cidade de Floresta, onde durante briga de casal o marido jogou uma panela com água fervendo na esposa, que sofreu queimaduras de segundo grau por todo o corpo. Ao ser autuado por tentativa de feminícidio ele reagiu com surpresa à prisão. Rogério Cleverson, de 43 anos, ficou inconformado quando se deu conta de que iria para trás das grades. “Como assim, vou ser preso?”, indagou meio perplexo , como se o que fez fosse algo normal.
A mulher, de 51 anos, foi atendida no hospital da cidade com várias queimaduras e gritado de dor.

A Polícia Militar foi acionada chamada pelos próprios funcionários do hospital. Uma equipe de PMs compareceu e lá mesmo prendeu o suspeito, que estava atrapalhando o trabalho dos médicos e enfermeiros. Rogério foi conduzido para a Delegacia de Maringá.

A vítima disse aos policiais que estava cozinhando macarrão quando o marido chegou em casa transtornado. Ele estava bravo porque o cachorro da família havia escapado e ele acusava a esposa pelo sumiço do cão. Os dois bateram boca e ele, então, pegou a panela sobre o fogão e jogou na mulher. Na delegacia negou a acusação, dizendo: “Nunca na vida faria isso. Como eu ia chegar em casa e ia ter as coisas prontas pra mim jogar nela? Eu não faço isso doutor”. Foi quando o delegado lembrou a Rogério de que havia um BO recente, relatando outra briga em que ele havia quebrado o nariz da esposa. Ele segue preso na 9ª. SDP.

Redação JP
Foto – Reprodução

PUBLICIDADES E PARCEIROS