Variedades

Vanusa recebe alta após 32 dias de internação

Vanusa recebeu alta nesta sexta-feira (9) após 32 dias de internação. A cantora deu entrada no Complexo Hospitalar dos Estivadores, em Santos, litoral sul de São Paulo, no dia 7 de setembro com quadro de pneumonia e amenia.

Em 12 de setembro, a artista precisou ser transferida para a UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) onde foi intubada, permanecendo no local até a completa reversão do quadro.

Dias atrás, por meio de nota enviada pela assessoria de imprensa, Rafael Vannucci, um dos filhos de Vanusa, contou detalhes sobre a verdadeira situação da mãe. De acordo com o produtor, os médicos constataram a presença de água nos pulmões dela.

“Minha mãe está em estado grave por uma série de motivos, inclusive por estar intubada. Também por conta da idade e do histórico de doenças, os médicos me esclareceram que é impossível dizer que o quadro não é grave. Ela apresentou piora, que foi determinada com a constatação de água no pulmão. Teve também alteração de pressão e, tudo isso, fez com que a intubassem para preservar as vias respiratórias. Agora, dependemos de uma reação dela”, explicou.

Problemas de saúde
Há alguns anos, Vanusa enfrenta problemas com dependência química, crises de depressão e complicações causadas por uma síndrome demencial. Nos últimos 11 anos, a cantora precisou passar por alguns períodos de internação.

A primeira, em 2009, aconteceu após a estrela errar a letra do Hino Nacional em uma solenidade na Alesp (Assembleia Legislativa de São Paulo). Meses depois, o vídeo viralizou na internet.

Por conta da depressão, em 2011, ela foi internada pela segunda vez, onde ficou até maio de 2012. Em 2017, a artista voltou a ser internada, mas dessa vez para cuidar da dependência química.

Rafael Vanucci afirmou também que os problemas de Vanusa com depedência em remédios, bebida e depressão teriam provocado “todo o transtorno” na saúde da cantora.

“Há 12 anos ela foi atingida por problemas com remédios, bebidas, depressão e dependência química. Tudo piorou há cerca de 5 anos quando ela foi afetada pela bactéria, a Helicobacter pylori, contraída ao tomar água. Essa bactéria a fez emagrecer quase 40 quilos e isso agravou seu estado. Ficou muito debilitada e as medicações passaram a não fazer mais efeito”, completou.

Foto – Reprodução

PUBLICIDADES E PARCEIROS