Coluna Francês Press Noticias Gerais

Francês Press

Líder governista o deputado Ricardo Barros tem trabalho de leão para os próximos meses. Vai articular na Câmara Federal a aprovação da venda dos Correios. O projeto tramita entre ministérios para formalizar um projeto palatável, já que a resistência será muito grande.

Em 120 dias o corpo do projeto estará pronto. A privatização visa melhorar a empresa palco de seguidas greves, para atender a população. A tônica é manter o nível postal, atender quem recebe cartas, boletos, qualquer embalagem dos Correios, em qualquer lugar do país, sem interrupções de viciadas reivindicações sindicais.

A inflação da pandemia atingiu mais as famílias de menor renda, diz pesquisa do Indicador de Inflação por Faixa de Renda do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). A taxa de inflação para elas chegou a 98% em setembro último, muito superior à da classe com renda alta (0,29%).

As famílias com renda muito baixa são aquelas com rendimento domiciliar mensal inferior a R$ 1.650,00. Já as famílias com renda alta são aquelas com rendimento superior a R$ 16.509,66 por mês. Em agosto e setembro a inflação atingiu todas, mas os alimentos, principal gasto das mais pobres, registraram as maiores altas.

Os alimentos compuseram 75% da taxa de inflação de setembro: arroz (18%), óleo (28%) e leite (6%).No acumulado anual o arroz subiu 41%, o feijão 34%, leite 30% e o óleo de soja 51%. Para os ricos incomodou mais a gasolina com 2%, mas também caíram custos: curso de idioma (-1,5%), de informática (-1,6%), plano de saúde (-2,3%) e ainda as mensalidades escolares.

A vizinha Sarandi tem há 20 anos, uma empresa sem igual em vários Estados. A Digital Acordes é especializada em recuperar órgãos musicais (eletrônicos, digitais, etc) e até pianos. Com profissionais especializados, compete com os fabricantes mais renomados do Brasil.

Com uma fabrica moderna de 6 mil m2 a Acordes produz mais de 250 órgãos por mês. Comercializa produtos Yamaha e Roland inclusive para outros países, graças à qualidade da restauração.

Em Recife, a nona maior metrópole brasileira, a disputa da prefeitura está em família. De um lado o deputado federal João Campos (PSB), neto de Miguel Arraes e filho do candidato à presidência Eduardo Campos (morto em desastre de avião); do outro a deputada federal Marília Arraes (PT), neta de Arraes, prima do concorrente.

Pesquisa indica liderança dele com 27% e ela em segundo com 14% ao lado de outro candidato. O que salta à vista é que ela esconde visualmente ser candidata pelo PT. Suas aparições televisivas tem um fundo branco e em nenhum lugar é visto o logotipo do partido ou a estrelinha vermelha.

PUBLICIDADES E PARCEIROS